Choose your country / language

Este revestimento aumenta a capacidade de suporte de carga, oferece a dureza superficial necessária e melhora significativamente a resistência do revestimento de carbono superposto e tribologicamente efetivo, perfeitamente adequado para substratos menos duros, como aço inoxidável e titânio.

O revestimento ideal para máxima resiliência depende em grande parte do substrato utilizado. Desenvolvido para substratos menos duros, como aço inoxidável e titânio, ou substratos sujeitos a impactos contínuos, o BALIQ® CARBOS STAR usa uma camada adicional à base de nitreto de cromo para resistir a cargas extremas.

Este revestimento aumenta a capacidade de suporte de carga, oferece a dureza superficial necessária e melhora significativamente a resistência do revestimento de carbono superposto e tribologicamente efetivo. BALIQ® CARBOS STAR oferece um desempenho tribológico superior e é, portanto, ideal para componentes submetidos a cargas extremamente altas.

Alta fricção e desgaste são os desafios mais exigentes em aplicações como motores de carros de competição. Quando os condutores levam os seus carros de corrida ao limite, os componentes críticos, como pinos de pistão, eixos de comando de válvulas e cams, precisam oferecer um desempenho máximo e resistir a cargas extremas.

BALIQ CARBOS STAR
Material de revestimento CrN / a-C
Tecnologia de Revestimento S3p
Cor do revestimento preto
Dureza revestimento HIT [GPa]* 30 - 40
Coeficiente de atrito (a seco) em comparação com aço** 0.1 - 0.2
Tensão intrínseca [GPa]*** 0.1 - 0.2
Temp. máx. de operação [°C]**** 350
Temperatura de processo [°C] <200
Espessura típica de revestimento [µm] 2,5 - 4
Comentário geral Todos os dados fornecidos são valores aproximados, que dependem da aplicação, ambiente e condições de testes.
*Dureza revestimento HIT [GPa] Medido por nano-identação de acordo com a ISO 14577. Para multicamadas, a dureza das diferentes camadas varia. A dureza pode ser adaptada à aplicação.
**Coeficiente de atrito (a seco) em comparação com aço Determinada pelo teste esfera no disco em condições a seco com uma esfera de aço de acordo com a ASTM G99. Durante a operação, os valores podem ser excedidos.
***Tensão intrínseca [GPa] Medido por XRD e/ou pelo método de curvatura (equação Stoney). A tensão térmica calculada foi removida.
****Temp. máx. de operação [°C] Estes são os valores aproximados no campo. Devido às leis da termodinâmica, há uma dependência de pressão na aplicação.

Comentários ou perguntas? Contacte-nos!

keyboard_arrow_up